Ir para o centeúdo Ir para o menú
 


26/12/2016

Bomba de CO2

A produção do CO2 pela fermentação não é uma solução ideal porque a garrafa tem a durabilidade de apenas três dias. Depois precisa adicionar o açúcar ou preparar outra garrafa. Um processo assim é um desafio. Também exige abrir a válvula de manhã e fechar à noite para que a aplicação do CO2 funcione só com a luz. Como o processo de fermentação não dá para simplesmente parar, precisa haver outra válvula para evitar a explosão da garrafa quando o CO2 não está sendo utilizado no aquário. Isso poderia ser automatizado usando uma eletroválvula, que custa por volta de 1000 Kč (R$ 125), com um temporizador de tomada por mais ou menos 200 Kč (R$ 25). Porém, com um investimento assim não faria muito sentido usar uma solução de baixo custo da geração do CO2. No eBay vi uma eletroválvula da China por aprox. 300 Kč (R$ 40). Mas não tenho muita confiança nos produtos designados para o mercado da China, porque eles não mantem os espaços de isolação requeridos pelas normas tchecas. Se fosse para a tensão de até 24 V, o consideraria. Mas para 230 V? É um risco grande.

Depois de considerar todos os argumentos, decidi comprar uma bomba de CO2. A loja Sklorex vende conjuntos de bombas já preenchidas com eletroválvulas por 3200 Kč (R$ 400). Ao mesmo tempo dá para comprar um temporizador de tomada nessa loja para controlar a válvula do CO2. Escolhi uma versão digital. É importante que o temporizador mantenha a hora e configuração quando cai a eletricidade. Como tive que ir para recolher os produtos em Brno, preferi encomendar tudo pela internet com a opção de buscar na loja. Na oportunidade ainda encomendei um contador de bolinhas.

Para a encomenda com a bomba de CO2 adicionei ainda outras coisas importantes para poder resolver a situação com os peixes doentes: o tratamento eSha Exit 20 ml que tem boas referências para tratar o Íctio (Ichtyophthirius multifiliis). Ainda, encomendei o aquecedor Divarsa ThermoPlus 50 W e o filtro Diversa Claro 300 para ter um equipamento para o aquário de quarentena. Ainda fiz pedido de bolinhas de adubo Bivoj da Rataj que se colocam dentro da areia.

Além disso, dos Matogrossos (Hyphessobrycon eques) doentes nenhum sobreviveu. A doença ainda apareceu em outros peixes – Ramirezis (Mikrogeophagus ramirezi). Esses vieram também da loja do Dr. Šponar. Receio que foi a última vez que visitei a loja do Dr. Šponar.

Na sexta-feira 23/12 fomos buscar os produtos encomendados na loja Sklorex em Brno. Ainda comprei 4 m de uma mangueira de alta pressão e 100 g de filtro de lã da Sera. O filtro de lã é uma substituição do algodão para o filtro Juwel Poly Pad. Com o preço de 68 Kč (R$ 9) por 100 g sai muito mais barato que o algodão original. Só precisa cortar.

Em casa imediatamente apliquei o tratamento eSha Exit. Aplica-se por três dias. Depois do terceiro dia a doença realmente desapareceu dos peixes atingidos.

Conectei a bomba de CO2 na segunda-feira 26/12.Deixei acabar a garrafa com a fermentação corrente. Para a bomba conectei a válvula de retenção e depois via o contador de bolinhas à pedra porosa de ar no aquário. Programei o temporizador de tomada para ligar às 8.00 e desligar às 17.30.

 

Comentários

Add comment

Overview of comments

There have not been any comments added yet.